“É triste você olhar sua lista de reprodução de um ano atrás e nenhuma música fazer sentido, olhar seu orkut antigo e não sentir saudade de ninguém que fazia parte do teu círculo social, é triste lembrar daquele antigo amor colegial que você se escondia e consequentemente amava escondido, por timidez ou falta de lucidez, talvez.
É triste ver que daqueles seus 10 amigos da oitava série, só te sobraram um; Ver você sendo jogado pela vida de um grupo pra outro de pessoas totalmente diferentes das quais tu se relacionava e ser obrigado a se adequar a elas, se adequar a novos defeitos,novos lugares, novas conversas […]
É triste rever os teus velhos e talvez bons amigos e não conseguir se enturmar novamente, se sentir deslocado,se sentir ultrapassado. É triste você escrever um texto sobre uma quase saudade. É isso que eu sinto: uma saudade desinteresada,uma saudade sem a mínima vontade de voltar.
Porque no final, o teu agora vai virar outro texto sobre uma quase nostalgia.”
Anúncios